O Poeta Ramon Argolo

SEJAM BEM VINDOS!

Esse é um espaço para a divulgação dos trabalhos e parcerias do poeta, compositor e cantor Ramon Argolo.

Leticia e Ramon (164).JPG
Woman Typing

Sobre o Poeta Ramon Argolo

Nascido no dia 17/01/1980 e baiano da cidade litorânea de Salvador na Bahia, o poeta, compositor e cantor Ramon Argolo desenvolve atividades artísticas na sua cidade natal desde 2004, quando pediu demissão do seu emprego na época e decidiu apostar na carreira artística iniciando com o show “In vitro” realizado no Teatro Gamboa em 2005. Formou as bandas Madrigais e a Madrigal Urbano que criou em parcerias com músicos locais e cantava seus trabalhos autorais e de parceiros, como seu irmão Lucas Argolo e o compositor e produtor Preto Paulo e dramatizações de seus poemas, tocando pelos teatros e casas de Show da cidade soteropolitana. Ainda em 2005 gravou “Só eu sei”, single que compôs em parceria com Lucas Argolo e veiculou na rádio Educadora FM, do IRDEB, onde participou de entrevista na TVE sobre suas apresentações e composições. É autor de diversos poemas e canções que vem escrevendo desde os seus 12 anos. Sua primeira publicação aconteceu em 2015, um projeto independente intitulado "Dor de Pancadinha" que contou com desenhos do artista alemão Willi Noah e foi lançado apenas virtualmente. No ano de 2012 decidiu, entre idas e vindas e algumas frustrações, parar suas apresentações e se dedicar a vida como administrador. Em 2020 retomou suas produções preparando a publicação do seu segundo livro, o Multiverso Nefasto, recorte ácido poético dos últimos três anos do Brasil. A gravação do seu primeiro EP, o Escute, que trará cinco composições autorais e duas composições de parceiros amigos. O artista criou também em 2020 o programa virtual chamado "FALA, MEU POETA! o uniVERSO do VERSO", um programa de entretenimento e cultura do verso, com recitação de poemas, cantorias de canções e um bate papo descontraído e divertido sobre arte, cultura e sociedade que está na sua primeira temporada.

Multiverso Nefasto

01 agosto de 2020

Viver não tem sido muito fácil em meio a pandemia, pandemônios e toda a incerteza que o futuro, agora tão distante do nosso imaginário positivo de previsões, nos oferece. Multiverso Nefasto surge do descompasso, da desesperança e do desespero, do inconformismo e da revolta que aflige os corações de todo o mundo, ou quase todo mundo, neste momento.
Um grito geral transformado em poemas e com o poder de permanecer na história, neste momento em que nos deparamos com o obscurantismo e o negacionismo. São versos para lembrarmos das nossas fragilidades, defeitos e de reconhecermos nossos limites para reivindicá-los sempre que necessário. Um marco, para se ler durante e pós crise e podermos fazer reflexões sobre questões cruciais acerca da nossa existência.

"A esperança do anoiter
é a certeza que o dia virá"

Tudo vai passar - Escute 2020

Ramon Argolo e Lucas Argolo

Pôr do sol em alto mar

Próximos eventos

FALA, MEU POETA! com Luar Méndez
Sat, Aug 08
Instagram: @poetaramonargolo
Aug 08, 8:00 PM
Instagram: @poetaramonargolo
Último programa da 1ª temporada FALA, MEU POETA! trará o grande poeta Luar Méndez!

Contato

  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
  • SoundCloud
  • Twitter
Desk with Book

Formulário de Inscrição

  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
  • SoundCloud
  • Twitter

©2020 por Poeta Ramon Argolo. Orgulhosamente criado com Wix.com